[Episódio 3] #ConheçaElas: mulheres que cuidam do mundo

Chegamos ao terceiro episódio do movimento #ConheçaElas, campanha para empoderar e dar visibilidade a projetos ambientais e sociais liderados por mulheres. Nós queremos dar voz a causas e pessoas que lutam por um Brasil melhor. Afinal, todo os tipos de mudanças começam por nós mesmas, e com o tempo impactam nosso redor.

Leia +: #CONHEÇAELAS: [EPISÓDIO 1], [EPISÓDIO 2]

Inscreva seu projeto, basta preencher este formulário, que analisaremos sua causa com carinho. Feito isso, entraremos em contato com algumas perguntinhas básicas que servirão de base para conhecermos seu trabalho. Cada texto postado aqui no blog apresentará três diferentes histórias. Temos grandes ações selecionadas, as quais se destacam por idealismo e influência na vida das pessoas. Veja os projetos.

Instituto As Valquírias: oportunizando mulheres a saírem da extrema pobreza

as-valquirias-instituto-para-empoderar-mulheres

Liderado por Maria Cristina Alves e Amanda Oliveira, o “Instituto As Valquírias” atua desde 2007 no município de São José do Rio Preto (SP), visando dar oportunidades para meninas em risco social, integrando a cultura de empoderamento feminino em ações educativas, esportivas e culturais. O projeto é estruturado em três frentes: a Banda Musical, o Instituto Social e o Negócio de Impacto Social.

Nossos projetos visam contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e queremos nos tornar referência mundial na formação de futuras empreendedoras sociais, destaca Cristina.

Amanda, fundadora da ONG, é um exemplo de empoderamento, que serve como inspiração para diversas mulheres. Ela saiu de uma situação de extrema pobreza e se tornou um dos 30 jovens talentos que brilham no Brasil, de acordo com a revista Forbes, além de ter ganhado inúmeros prêmios, como “Mulheres Empreendedoras de Sucesso”, promovida pelo SENAC, e ser indicada ao Nobel da Paz.

“As Valquírias” buscam tornar meninas em grandes mulheres, mostrando a elas outra realidade da qual estão acostumadas, com o objetivo de contrariar as estatísticas que apontam que nascer em situação de extrema pobreza significa uma vida sofrida.

Acompanhe o trabalho do instituto pelo site. Eles também estão presentes no Facebook, no Youtube e no Instagram. Você também pode entrar entrar em contato pelo e-mail ou por telefone: (17) 99151-2686. Seja uma inspiração para quem está ao seu redor.

Míldima Ferreira Lima: conscientizando mulheres sobre seus direitos

Mildima-mulher-forte-pela-justica-social-e-direito-das-mulheresConselheira Estadual da Condição Feminina de SP, Míldilma Ferreira tem como missão de vida formar mulheres para compartilharem entre si conhecimentos jurídicos, visando conscientizá-las sobre seus direitos, além de promover o empreendedorismo feminino.

Para realizar essa intensa jornada, Míldima atua em diversos projetos distintos: a LIBRA (Liga das Mulheres Eleitoras do Brasil), a qual instiga a fiscalização política, o programa “Bem Querer Mulher”, canal de adesão de pessoas e empresas que combatem a violência contra a mulher e também faz parte de outra causa feminina, que objetiva acabar com qualquer barreira imposta por condições de gênero: o Projeto Promotoras Legais Populares (PLPs), que é pautado por ideais de justiça, democracia, dignidade e defesa dos direitos humanos das mulheres e do acesso à justiça e ampliação da cidadania, lutando pela equidade de gênero e por uma sociedade que as mulheres sejam reconhecidas e respeitadas no que se refere aos seus valores humanos, sociais, políticos e econômicos.

Com toda certeza, Míldima é o que chamamos de “mulherão”, pois se doa ao máximo para conscientizar e ajudar o próximo, sendo uma referência para diversas mulheres ao seu redor. Assim como ela, você também pode seguir o mesmo caminho, comece mudando pequenas ações em seu entorno, com o tempo verá que, indiretamente, irá influenciar pessoas e essas mesmas irão compartilhar o desejo de mudança com outras. Basta uma pequena ação.

Mães que fazem: ajudando mães de 15 anos com a arte afro

maes-que-fazem-arte-afro-para-empoderar-mulheresApós perceber que a influência da cultura africana era baixíssima em Pirenópolis (GO), Vera Lucia Fraga idealizou um projeto chamado “Mães que fazem”. O movimento visa ajudar mães novas e carentes, por meio de trabalhos artísticos, a criarem seus filhos. “É bom ensinar a arte para pessoas mais novas, porque existem coisas que você não aprende depois de uma certa idade. É mais fácil achar o dom de um jovem”, pondera. Com o projeto, as mães podem atuar em casa, gerando renda e, ao mesmo tempo, estando com seus filhos. “Trabalhando com uma equipe de 12 mulheres, ensino e promovo a arte feita a mão. Inspiradas nas bonecas africanas, desenvolvemos bonecas de pano de uma maneira criativa e bela, destaca Vera. Faça como Vera Fraga, busque se tornar uma referência para os mais jovens, plantando sementes em seus corações para que germinem lindas flores em suas almas.

Se conhece ou é uma mulher que lidera algum projeto social e ambiental, cadastre-se agora mesmo!

Para participar basta clicar no link abaixo e preencher o formulário que entraremos em contato

> Seu projeto na Beegreen <

Aproveite e compartilhe esse texto nas suas redes sociais, assim damos voz a mais mulheres e a projetos incríveis! Quer ficar por dentro das nossas ações? É só seguir a Beegreen no Instagram e no Facebook, nos vemos por lá!

Recommended Posts

Deixe um comentário