3 DICAS IMPRESCINDÍVEIS para reduzir o lixo e o impacto ambiental em casa

Já parou para pensar na quantidade de lixo que você produz em casa? De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE), cada brasileiro produz mais de um quilo de resíduos por dia. Isso tudo resulta em cerca de 383 quilos de lixo por ano! O número assusta, mas o pior é que grande parte desse número não é encaminhado corretamente!

A ABRELPE também destaca que entre 2003 e 2014 a produção de resíduos no país cresceu 29%! Esse dado é cinco vezes maior do que o aumento da população brasileira, que foi de 6% no mesmo período. Agora eu te pergunto, onde é que vamos parar com tudo isso? O Banco Mundial sabe a resposta. A entidade afirma que se nada for feito, até 2050 a produção do resíduo vai aumentar em 70% no mundo, gerando 3,4 bilhões de toneladas anuais.

E quanto mais lixo produzimos, mais impacto ambiental causamos. Sabe o que isso irá gerar? Um aumento na quantidade de lixo nos aterros sanitários, índices maiores de contaminação do lençol freático prejudicando a água potável, dentre inúmeros problemas. E para te ajudar a combater esse problema global a partir de ação local, viemos apresentar TRÊS SUPERDICAS para reduzir o lixo em sua casa e ter uma vida sustentável. Acompanhe o texto e fique ligado que temos um BÔNUS!

1- O consumismo é inimigo da sustentabilidade

O consumo excessivo está diretamente associado ao aumento dos índices de produção de lixo no mundo. Só para ter uma ideia, um estudo do Instituto Akatu indicou que 76% da população brasileira não pratica o consumo consciente.

Então vamos fazer diferente! Na hora da compra, pense se você realmente precisa desse produto. Dessa maneira você filtra melhor os itens que consome, adquirindo somente o necessário.

Vale lembrar que também é interessante optar por produtos com menos embalagens plásticas. Se você pode escolher entre um pote de vidro e um de plástico, vá com o vidro e reutilize-o ao final do uso. Se a escolha é entre vidro e alumínio, pegue a latinha. Optar por produtos de materiais com maiores índices de reciclagem ajuda a reduzir a produção de produtos nocivos ao meio ambiente e estimula a reutilização.

Já quando for comprar roupas, por que não procurar um brechó? Alguns atuam com trocas, deixando sua peça antiga e saindo com uma nova. Dessa maneira, você movimenta a economia local, economiza dinheiro – e água – e evita que novos materiais sejam produzidos.

2- Produtos sustentáveis e duráveis!  

Agora que já conheceu os impactos do consumo excessivo, é hora de fazer compras da maneira correta. E a melhor forma é por meio do uso de produtos ecológicos, eles têm um custo-benefício excelente para o planeta e também para seu bolso. Fique tranquilo que você consegue substituir alguns produtos descartáveis sem problemas – como uma escova de dentes feita de bambu. E também é possível mudar alguns hábitos de compra!

E para comprar comida? Você pode recorrer a compra a granel para reabastecer sua casa com temperos, arroz, feijão, macarrão, farinhas. Hoje em dia é possível achar quase todo tipo de produto em lojas especializadas em venda a granel. Além disso, vários estabelecimentos aceitam que você leve seus potes de casa para encher, evitando aquela sacolinha que vai ser descartada e se juntar as 20 milhões de toneladas de embalagens que produzimos.

Essa forma de comprar também é boa para o seu bolso, pois os produtos a granel geralmente são mais baratos do que nos mercados e você leva exatamente a quantidade que precisa. Confira outros produtos que vão te ajudar no processo de diminuir o consumo de plástico:

  • Canudo de aço inox

Os canudos de inox são alternativas perfeitas aos canudo descartáveis. Um canudo de plástico demora cerca de 500 anos para se decompor e é descartado com 10 minutos de uso, gerando uma grande quantidade de lixo que tem sido descartada de maneira incorreta, prejudicando todo o meio ambiente.

Com o intuito de se criar uma alternativa viável ao plástico e em prol da conscientização ambiental, nós da Beegreen oferecemos quatro modelos do canudo de inox: o reto, o curvado, o para drinks e o para shakes, além do porta-canudo, produzido para acomodar o item. Assim, você pode levá-lo para qualquer lugar!

  • Ecobags

Ter uma sacola de pano ou reutilizável sempre com você é fundamental para produzir menos lixo. Elas são ótimas alternativas às sacolas de plástico do mercado ou das lojas. Você sabia que uma simples sacolinha leva cerca de 450 anos para se decompor? Além disso, estima-se que entre 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas no mundo todo.

Nós temos uma opção para você! A nossa beebag é um produto ecológico produzido para te acompanhar diariamente em compras no mercado e na feira. Seu tamanho é de 38 x 38 cm e pode ser personalizada.  

3- Já pensou em compostagem?

Uma das técnicas que mais cresce no mundo da sustentabilidade é a da compostagem. Ela é ideal para garantir a reciclagem do lixo orgânico, uma vez que fungos, bactérias e minhocas atuam para estimular a decomposição do material e geram um adubo de grande qualidade, rico em substâncias húmicas e nutrientes minerais.

Um ponto interessante da técnica é que ela pode ser adotada em casas ou apartamentos. A vermicompostagem, realizado com ajuda de minhocas, funciona da seguinte forma: você coloca os detritos orgânicos em uma composteira doméstica e o animalzinho vai se alimentar da sua decomposição. Desse modo, ele ingere e expele cerca de 60% da matéria orgânica na forma de húmus, que serve como um excelente adubo.

Para iniciar nesse universo você pode usar a composteira  da Humi, que facilita muito a adaptação, não deixa mal cheiro e é simples de manusear. O resultado vai ser uma redução no descarte de lixo orgânico e a produção de um adubo de alta qualidade que você pode usar em sua própria horta ou doar para os vizinhos, parentes ou até produtores locais.

Dica bônus: como separar o lixo?

Achou que tinha acabado? Então achou errado! Temos mais uma dica para você. Essa é mais do que essencial, se trata dos três grupos de lixo – orgânico, reciclável e rejeitos – e como separá-los da maneira correta:

 

  • Orgânico

 

O lixo orgânico é aquele que vem do animal ou vegetal, como restos de alimentos, por exemplo. Ele corresponde a mais da metade dos resíduos que produzimos em nossa casa e geralmente costuma ser descartado no lixo normal. Causando grandes problemas nos aterros, pois quando separado da maneira incorreta, o processo de decomposição acontece de maneira prejudicial ao meio ambiente, uma vez que gera o gás metano, e também a contaminação do lençol freático por meio do chorume.

 

  • Reciclável

 

O lixo reciclável é composto por vidro, papel, plástico e metal e pode ser facilmente descartado da maneira certa no país, uma vez que em diversos lugares encontramos lixeiras personalizadas para esse material. Só existem alguns cuidados que devem ser tomados durante o ato, como a limpeza, e no caso do papel que não pode estar amassado.

 

  • Rejeito

 

Já o rejeito é composto por materiais que não podem ser reciclados nem compostados. Casos de absorventes, fraldas, papel higiênico, sujeira, dentre outros itens, pois podem contaminar outras coisas ou seu ciclo de reutilização já se encerrou. Tudo isso, é encaminhado para os aterros sanitários para serem enterrados.

A melhor forma de descartar todos os lixos mencionados é colocá-los na lixeira correta, reuni-los e entregá-los para a coleta seletiva da sua cidade ou entrar em contato com ONGs que atuam com a reciclagem. Lembre-se,  sempre devem ser entregues limpos.

Agora que já sabe todos os impactos da produção excessiva de lixo no planeta, que tal aderir a uma vida sustentável e reduzir o impacto ambiental causado pelo lixo? Estamos todos em busca de um mundo melhor e, para isso, pessoas de atitudes são necessárias. Vamos juntos mudar a realidade ao nosso redor!  

Se você gostou desse artigo, compartilhe com os seus amigos nas redes sociais! Aproveite e nos siga no Instagram e no Facebook, para ficar por dentro das nossas ações. Lembre-se, estamos juntos para fazer do mundo um lugar melhor!

Recommended Posts
Comentários
pingbacks / trackbacks

Deixe um comentário